A Associação Cultural Moinho da Juventude foi consagrada como vencedora da edição de 2016 do, na categoria de Estudos e Investigação pelo trabalho Sabura 2004-2014 apresentado por Marco Pais Neves dos Santos com a estreita colaboração da Godelieve Meersschaert.

O estudo Sabura 2004-2014 tem como objetivos “(i) assinalar uma efeméride; e (ii) prestar contas à sociedade dos dez anos de trabalho do projeto Sabura (2004-2014) no Bairro do Alto da Cova da Moura, na Amadora, atividade desenvolvida pela Associação Cultural Moinho da Juventude, procurando sintetizar o modo como nasceu e cresceu, os desafios que foi enfrentando, os resultados alcançados, e algumas pistas sobre o futuro possível e provável”.