• Batuque Finka Pé
COP_JOOMLA

Uma exposição de fotografias que 23 residentes na Cova da Moura realizaram no âmbito do projeto ETRA decorre entre 14 e 27 de Maio, na Casa da Imprensa, ao Chiado, em Lisboa. São fotos que constituem uma visão da realidade complexa do quotidiano da Cova da Moura e dos seus habitantes.

 

O projeto ETRA - Education Trough Re-habilitative Art-Photo (Educação através de arte fotográfica reabilitativa) tem como finalidade desenvolver uma metodologia de uso da expressão criativa através da fotografia como uma forma de pessoas desfavorecidas ou em situação de desvantagem desenvolverem processos de capacitação pessoal e de socialização. O projeto decorre em seis países europeus: Dinamarca, Espanha, Estónia, Grécia, Itália e Portugal, onde as atividades de formação e experimentação foram realizadas com dois grupos de residentes na Cova da Moura. 

 

  

As atividades de formação começaram em Dezembro de 2012 com a fase de sensibilização, incluindo visitas a vários museus, e a fase de experimentação fotográfica decorreu de Janeiro a Abril de 2013 com monitorização pelo fotógrafo Miguel Ribeiro Fernandes.

 

Os participantes foram organizados em dois grupos. Um dos grupos era constituído por pessoas seniores, reformadas, analfabetas e em alguns casos em risco de isolamento social. A maioria nunca tinha utilizado uma máquina fotográfica e a experiência revelou-lhes um universo novo, em termos de auto consciência e da interação com os outros. O segundo grupo reuniu pessoas de meia-idade e jovens já descendentes de imigrantes. A expressão criativa através da fotografia foi um processo de reflexão pessoal e um caminho para o reforço da consciência crítica coletiva.

  

 

O resultado final do trabalho desenvolvido pelos dois grupos confirmou a potencialidade da fotografia como prática expressiva, ligando a experiência pessoal à história coletiva e a imaginação e a criatividade à interação social. Como diz o fotógrafo monitor: “As pessoas desenvolveram a sua capacidade de comunicar e interagir com os outros através da fotografia e simultaneamente refletiram sobre si próprias. O resultado artístico de ambos os grupos é também muito positivo, com imagens muito fortes, tendo em conta as suas especificidades e circunstâncias".

 

Na tarde do dia 18 se realizou-se na Casa da Imprensa uma animação cultural com a participação do grupo de batuque Finka-Pé e a exibição do filme “Kolá San Jon é festa di Kau Berdi”, de Rui Simões.

 

A exposição encerra a 27 de Maio, mas em Setembro as fotografias voltarão a ser expostas em Lisboa, cidade que acolherá a exposição final do projeto com fotografias representativas do trabalho desenvolvido nos seis países onde decorre o ETRA.

 

 

Notícias

Cultura