• Batuque Finka Pé
COP_JOOMLA

 

É já no próximo sábado, 22 de Junho de 2013, que se realizará na Cova da Moura, a FESTA de Kola San Jon.

O Kola San Jon é uma festividade cabo-verdiana, de celebração dos Santos Populares, associada sobretudo às ilhas de Santo Antão, São Vicente e São Nicolau. Muitas são as interpretações deste evento: para alguns, Kola San Jon quer dizer ‘saudar São João’; para outros o termo kolar designa a dança que acompanha a romaria ao som muito particular das quadras de tamboreiros. Os barcos do Kola, decorados com coloridos rosários, são outro elemento distintivo da festa. Pensa-se que poderão aludir às caravelas portuguesas, mas também aos barcos de pirataria, rodeando e aprisionando os participantes numa ‘canzola’ (um círculo) e libertando-os apenas quando estes contribuem com uma oferenda, recolhida no porão do barco.

 

No Kola San Jon, cruzam-se as influências culturais africanas  - como o rufar de tambores, os cantos e o kolar pontuado pelo golpe da umbigada, que levaram à sua proibição no período colonial. Cruzam-se também as influências europeias, que o associam, designadamente, às festas de romaria pelos Santos Populares. Tal, faz do Kola um expressivo testemunho da cultura cabo-verdiana, familiarizada desde sempre com o entrecruzar de culturas.

 

Desde 1991,o Kola San Jon realiza-se na Cova da Moura, por iniciativa da Associação Cultural Moinho da Juventude, constituindo um importante testemunho de uma comunidade trabalhadora, solidária, alegre e também sofredora, que construiu e se orgulha do bairro da Cova da Moura e participa na sociedade portuguesa em toda a sua diversidade. Evocado com grande afetividade por aqueles que o conhecem, desde a sua infância em Cabo Verde, o Kola, é uma festa contagiante, de alegria e de partilha.

 

No dia 29 de abril de 2013, a Associação Cultural Moinho da Juventude solicitou a inscrição da Festa de Kola San Jon da Cova da Moura no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, pedindo oficialmente a sua protecção legal. Esperamos obter o aval e a publicação em Diário de República ainda neste verão de 2013. 

A festa inclui um cortejo pelo bairro, a partilha de cachupa, e ainda uma grande diversidade de atividades, como a exibição do filme “Kola San Jon é Festa di Kau Berdi”, de Rui Simões, o Festival de Cachupa ao longo do dia nos restaurantes do bairro, venda de produtos das hortas dos moradores e, finalmente, o fim-de-dia com hip-hop e muita música cabo-verdiana.

Notícias

Cultura